Défice degrada-se em quase 1600 milhões de euros

A receita está afetada pelo aumento dos reembolsos de IVA e IRS e pelo adiamento na entrega do modelo 22 do IRC de maio para junho.

O défice atingiu os 2 225 milhões de euros até maio, um acréscimo de 1 592 ME face ao período homólogo. De acordo com um comunicado do Ministério das Finanças, a redução da receita fiscal é a explicação para esta degradação que o gabinete de Mário Centeno descreve como "temporária".

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG