Cristina Siza Vieira. "Um simples pardal comum já me alegra as manhãs"

A CEO da Associação de Hotelaria de Portugal diz no Questionário de Proust estar "farta da Covid" e tem como inspiração o seguinte pensamento: "Senhor, dai-me força para mudar o que pode ser mudado, resignação para aceitar o que não pode ser mudado...E sabedoria para distinguir uma coisa da outra".

A sua virtude preferida?
Não sei se é a preferida, mas tenho admiração por quem a tem e pena por não a ter: serenidade.

A qualidade que mais aprecia num homem?
Bom carácter.

A qualidade que mais aprecia numa mulher?
Idem.

O que aprecia mais nos seus amigos?
Estarem quando é preciso.

O seu principal defeito?
De acordo com os meus filhos, ser chata... de acordo comigo, não saber desistir
(de ser chata com os meus filhos).

A sua ocupação preferida?
Para lá de trabalhar? Fazer caminhadas.
E ler.

Qual é a sua ideia de "felicidade perfeita"?
Uma viagem (mesmo imperfeita).

Um desgosto?
As pessoas que já perdi.

O que é que gostaria de ser?
Mais tranquila.

Em que país gostaria de viver?
Atlântida???? Obviamente em Portugal!

A cor preferida?
Azul, os vários azuis, todos os azuis.

A flor de que gosta?
Hortênsias (especialmente se forem dos Açores. E nos Açores.)

O pássaro que prefere?
Não percebo nada de pássaros, mas como gosto de muito de os ouvir, um simples pardal comum já me alegra as manhãs.

O autor preferido em prosa?
Gosto demasiado de ler para escolher "um" autor. Ou autora. Esta é mesmo impossível de responder.

Poetas preferidos?
Grande falha minha, a prosa ocupa-me toda a leitura. Mas claro, Pessoa é sempre Pessoa.

O seu herói da ficção?
Um que só recentemente descobri: o conde Aleksandr Rostov.

Heroínas favoritas na ficção?
Tenho várias na vida real... na ficção... vou à infância e adolescência recuperar a Jo March (Mulherzinhas) e a Mafalda (Quino).

Os heróis da vida real?
Os meus pais.

As heroínas históricas?
Beatriz Ângelo; Eleanor Roosevelt; Marie Curie; Abigail Adams. E hoje bem viva, graças a Deus, Malala Yousafzai.

Os pintores preferidos?
Difícil escolha...dois que gosto mesmo muito: William Turner e Edward Hopper

Compositores preferidos?
Ainda mais difícil! Ludwig Van Beethoven; Piotr Ilitch Tchaikovski; Giuseppi Verdi; Lennon&Macartney e muitos, muitos outros.

Os seus nomes preferidos?
Isabel, Teresa, Maria Manuel.

O que detesta acima de tudo?
Bajulação, arrogância e paternalismo.

A personagem histórica que mais despreza?
Infelizmente houve muitas personagens que fizeram muito mal à Humanidade, mas creio que Adolf Hitler "leva a palma".

O feito militar que mais admira?
Bem, não posso ajuizar do seu valor militar como tal, mas a Batalha de Aljubarrota, 6500 homens do lado de Portugal contra 31 000 do lado de Espanha, é obra. Claro que nós ainda tínhamos a Brites de Almeida connosco!

O dom da natureza que gostaria de ter?
Voar.

Como gostaria de morrer?
A dormir, muito muito velhinha e tendo-me despedido de todos os queridos.

Estado de espírito atual?
Farta da Covid.

Os erros que lhe inspiram maior indulgência?
Aqueles que são assumidos e corrigidos.

A sua divisa?
Não é propriamente uma divisa, mas algo que me inspira e que procuro ativamente: "Senhor, dai-me força para mudar o que pode ser mudado, resignação para aceitar o que não pode ser mudado...E sabedoria para distinguir uma coisa da outra".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG