Crédito no Natal pode ser presente envenenado

O apelo ao consumo pode tornar-se irresistível e as campanhas de crédito fácil não faltam. A Deco alerta para os riscos

É a época mais aguardada do ano, por crianças, alguns adultos e centros comerciais. Nas lojas já se escuta a voz de Mariah Carey e o apelo ao consumo começa a tornar-se irresistível. A lição está bem estudada por bancos, empresas de crédito e retalhistas, que aproveitam a época para lançar o isco. Por todo o lado, iluminam-se campanhas de crédito ao consumo.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG