Como deve adaptar-se a fiscalidade no OE2023?

Assista aqui em direto ao debate na conferência do Dinheiro Vivo "Covid, guerra, inflação: como deve adaptar-se a fiscalidade no OE2023". O encontro realiza-se esta manhã no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Acompanhe aqui em direto esta terça-feira de manhã, 20 de setembro, a partir do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, o debate sobre a Fiscalidade no OE2023. Numa manhã de debate promovido pelo Dinheiro Vivo, DN, TSF e JN para perspetivar o que se espera no próximo ano.

A transformação energética, com os desafios da escassez e da necessidade de independência europeia dos fornecedores tradicionais (sobretudo Rússia) e a ambiciosa agenda para a descarbonização são condicionantes. Que acrescem às amarras da inflação e do fim dos apoios do BCE e regresso às taxas de juros a subir, às interrupções e condicionamentos logísticos, à falta de mão-de-obra e de matérias-primas, à degradação das condições de competitividade e à urgência de melhorar a produtividade e estimular o consumo num momento de perda de poder de compra sem precedentes.

O governo entrega o primeiro OE completo da maioria absoluta dia 10 de outubro, num contexto de aplicação do PRR para transformar a economia que sai da covid, mas fortemente condicionado pelos efeitos ainda da pandemia e agora acrescidos das consequências da guerra, que gerou uma enorme inflação obrigando a uma alteração de paradigma e gerando imensas dificuldades à economia.

Como deve desenhar-se o próximo OE?

É o desafio proposto pelo GMG nesta manhã de debate, que contará com intervenções do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, e do founding partner da Lobo, Vasques & Associados Carlos Lobo, seguidas de um painel de debate que representa as áreas de atividade mais afetadas pela carga fiscal - da distribuição à indústria, da energia ao consumo, dos impostos especiais sobre o tabaco às grandes empresas.

Veja o programa:

9.00 | BOAS VINDAS: Marco Galinha, CEO do GMG
9.15 | APRESENTAÇÃO Joana Petiz, diretora do Dinheiro Vivo

9.25 | SESSÃO DE ABERTURA: Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes

9.50 | KEYNOTE SPEAKER: Carlos Lobo, Founding partner da Lobo, Vasques & Associados

10.20 | PAINEL DE DEBATE: O choque fiscal é fundamental. Como pode a abordagem aos impostos no OE2023 ajudar famílias e empresas

:: António Brigas Afonso, ex-diretor-geral da AT e das Alfândegas

:: António Saraiva, presidente da CIP

:: Gonçalo Lobo Xavier, diretor-geral da APED

:: João Manso Neto, CEO da Greenvolt

:: Pedro Ginjeira do Nascimento, secretário-geral da Associação Business Roundtable Portugal (aguarda confirmação)

:: Moderação de Joana Petiz

11.40 | Encerramento

Junte-se a nós nesta manhã de prospeção e troca de ideias sobre a Fiscalidade no próximo Orçamento do Estado. Basta inscrever-se aqui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG