CMVM: novo modelo de supervisão traz mais custos e menos independência

O novo modelo de supervisão financeira cria mais duas entidades com estruturas próprias. Vêm aí mais custos para o setor, diz a CMVM.

O novo modelo de supervisão financeira cria mais duas entidades, o que implica mais custos para as empresas do setor financeiro, e diminui a independência dos reguladores, considera a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG