CMVM indefere pedido de OPA do Benfica e considera operação ilegal

Em causa a Oferta Pública de Aquisição voluntária e parcial de até 6.455.434 ações emitidas pela SAD do clube da Luz.

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) indeferiu hoje o pedido de registo da Oferta Pública de Aquisição (OPA) voluntária e parcial de até 6.455.434 ações emitidas pela SAD do clube da Luz.

"A decisão de indeferimento, fundamentada na existência de um vício que afeta a legalidade da oferta, decorrente da estrutura de financiamento da contrapartida, extingue o procedimento iniciado com o pedido apresentado a esta comissão em 22 de novembro de 2019", justifica o regulador do mercado, através de comunicado.

Em março, a CMVM suspendeu a venda das ações da SAD do Benfica, aguardando a divulgação de informação relevante ao mercado por parte do clube da I Liga de futebol.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG