Chile: Produção solar cresceu tanto que energia chegou a ser "grátis"

Durante 113 dias, até abril, a energia transacionada no mercado grossista no Chile esteve a zero. Consumidores não sentem impacto

Quando as energias renováveis produzem muito, mas não há consumo suficiente, os preços da energia que está a ser produzida desce muito e, em alguns casos, pode chegar a custar zero nos mercados grossistas, ou seja, numa espécie de bolsa onde se compra e vende eletricidade. Isso já acontece em Portugal, recentemente aconteceu na Alemanha e no Chile já é também uma tendência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG