CFP. Alemanha e turismo podem deitar por terra cenários de Centeno

“É preciso cuidado. Não é garantido que turismo não sofra uma desaceleração”, responde Nazaré Costa Cabral ao ex-ministro da Economia Caldeira Cabral

As previsões do novo Programa de Estabilidade (PE 2019-2023) “não são prudentes” de 2020 em diante e mesmo em 2019 há fatores, como o forte abrandamento da Alemanha e o risco de haver um declínio no turismo, que podem deitar por terra os cenários apresentados há pouco mais de uma semana pelo ministro das Finanças, Mário Centeno, alertou ontem a presidente do Conselho das Finanças Públicas (CFP), Nazaré Costa Cabral, na Comissão de Orçamento e Finanças, no Parlamento.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG