Carlos César: "Todos anseiam" pelo fim do mandato de Carlos Costa

Presidente do PS considera que um processo de exoneração do governador do Banco de Portugal seria nesta altura ineficaz.

Um processo de exoneração do governador do Banco de Portugal seria, nesta fasem "ineficaz", uma vez que o processo só estaria concluído perto da data do fim do mandato, considerou esta quarta-feira Carlos César.

Em entrevista à TSF, o presidente do PS afirmou que "todos, provavelmente até o próprio, anseiam" pelo fim do mandato de Carlos Costa, mas acrescentou que "pedir uma exoneração de A e B à menor das circunstâncias é ceder à política do espetáculo".

Isto apesar de classificar de forma negativa o desempenho de Carlos Costa. "Infelizmente o governador do Banco de Portugal teve sempre um desempenho marcado pela passividade".

"Não podemos pôr o carro à frente dos bois", afirmou.

Leia a notícia completa na TSF

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG