Boeing vai eliminar 4 mil postos de trabalho este ano

A Boeing afirma que a redução de efetivos consiste em saídas voluntárias, "centenas das quais de quadros superiores"

A Boeing anunciou hoje que vai suprimir 4 mil empregos na sua divisão de aviação comercial durante este ano, no âmbito de um plano para tornar a empresa mais competitiva.

"A nossa divisão de aviação comercial prossegue o plano anunciado no mês passado com mudanças fundamentais para a tornar mais competitiva a longo prazo, financiar o seu crescimento e funcionar como uma empresa saudável", indica um comunicado citado pela AFP.

"As reduções de efetivos até ao meio deste ano devem atingir cerca de 4 mil saídas voluntárias, centenas das quais de quadros superiores", acrescenta o texto.

No final de fevereiro a divisão em causa contava 82.310 pessoas num total de 159.250 funcionários da companhia norte-americana. Em janeiro, a Boeing anunciou que em 2016 havia uma redução na entrega de aviões civis, a primeira desde 2010.