Blockchain.O milagre da multiplicação em bolsa

Está de volta uma euforia no mercado semelhante à das dotcom. Mas desta vez são as empresas que se colam às criptomoedas a faturar.

Há uma nova fórmula para puxar pelos ganhos dos acionistas. A febre das moedas digitais chegou às bolsas e, nas últimas semanas, bastou a algumas empresas adotarem o termo blockchain no seu nome ou revelarem que iriam lançar critpomoedas próprias para darem valorizações expressivas às suas ações. Uma tendência a fazer lembrar a bolha das tecnológicas, em que bastava colocar o ".com" no nome da empresa para ver as ações multiplicarem os ganhos.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.