BCP também quer olhar para Novo Banco mas falta a Europa permitir

CEO admite interesse no antigo BES mas CE precisa de autorizar. BCP vai pedir este mês para devolver 200 a 250 milhões de CoCos do Estado

O Millennium bcp quer avançar sobre o Novo Banco, tendo ontem o seu CEO, Nuno Amado, assumido o desejo de estudar o dossiê da venda do antigo BES para decidir definitivamente se avança. Mas apesar deste apetite, o BCP ainda não obteve a autorização necessária por parte das autoridades europeias para entrar nesta corrida.

"Se tivermos oportunidade, analisaremos e tomaremos decisões, mas isso não depende de nós", explicou Amado sobre o processo do Novo Banco na conferência sobre os resultados do primeiro trimestre do BCP - período em que o banco lucrou 46,7 milhões, uma quebra de 33,7% face ao mesmo período de 2015 (ver texto ao lado). A questão é que apesar do interesse do BCP no Novo Banco, o Millennium está proibido de fazer novas aquisições por ter recorrido às obrigações especiais (CoCos) subscritas pelo Estado para apoiar o setor, não tendo ainda devolvido os 750 milhões das mesmas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG