Banco de Portugal melhora crescimento do PIB deste ano para 6,7%

Previsão revista em alta de 0,4 pp. face a junho para 6,7%, com a economia portuguesa a "beneficiar da recuperação do turismo e do consumo privado".

O Banco de Portugal (BdP) melhorou as perspetivas de crescimento deste ano em 0,4 pp. para 6,7%, assinalando uma recuperação do nível pré-pandemia no primeiro trimestre, mas um abrandamento posterior, que se irá refletir em 2023.

No Boletim Económico de outubro, divulgado esta quinta-feira, a instituição liderada por Mário Centeno apenas apresenta previsões para este ano, mas assinala o impacto em 2023 do abrandamento do crescimento económico registado a partir do segundo trimestre.

"Os efeitos negativos da agressão militar russa na Ucrânia foram-se acentuando ao longo do ano, implicando uma relativa estabilização da atividade a partir do segundo trimestre. Estes efeitos serão mais notórios em 2023, antecipando-se uma desaceleração significativa face a 2022, desde logo com um efeito de arrastamento que passa de 3,9 pp. [pontos percentuais] para 0,5 pp.", pode ler-se.

No entanto, para este ano a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) é revista em alta de 0,4 pp. face a junho para 6,7%, com a economia portuguesa a "beneficiar da recuperação do turismo e do consumo privado".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG