Banco de Portugal duvida de decisão de Tomás Correia sobre multas do Montepio

Supervisor enviou carta a Carlos Tavares, presidente do Banco Montepio, sobre decisão do presidente da Associação Mutualista tomada em março de 2018.

O Banco de Portugal duvida da decisão da Associação Mutualista Montepio de transferir para o Banco Montepio as multas dos processos em que gestores ou ex-gestores do banco estejam envolvidos. O supervisor bancário mandou uma carta ao Banco Montepio com várias questões sobre a legalidade da decisão. No limite, a deliberação tomada em assembleia-geral no dia 16 de março de 2018 poderá ser anulada.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG