Banca perdoa 116 milhões de euros a João Pereira Coutinho

O perdão da dívida ao milionário permitiu a venda da SIVA à Porsche, marca detida pela Volkswagen, pelo valor simbólico de um euro.

A banca vai perdoar, no mínimo, 116 milhões de euros a João Pereira Coutinho. O montante pode elevar aos 370 milhões, escreve o Correio da Manhã, esta quinta-feira.

Em causa estão o grupo SAG e a participada SIVA, responsável pela importação e venda de veículos do grupo Volkswagen em Portugal. O acordo integra o BCP, Novo Banco, BPI e Caixa Geral de Depósitos (CGD). Além do perdão da dívida, os bancos concordaram em emitir garantias bancárias para que a distribuidora possa operar.

O perdão da dívida permitiu ao milionário vender a SIVA à Porsche, marca detida pela Volkswagen, pelo valor simbólico de um euro.

Pereira Coutinho anunciou a intenção de lançar uma oferta pública de aquisição (OPA), ma terça-feira a noite, sobre a SAG GEST - Soluções Automóveis Globais, que lidera, pagando uma contrapartida de 0,0615 euros. O objetivo é retirar a empresa da bolsa e usar as receitas dos próximos anos para abater a dívida do grupo, que teve prejuízos de 177 milhões de euros em 2018.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG