Autoeuropa conta chegar aos três milhões de carros em abril

Fábrica de Palmela vai reforçar produção do T-Roc a partir do verão. Unidade do grupo Volkswagen está atenta aos efeitos do coronavírus.

2.941.955 unidades. Este é o número de automóveis produzido na Autoeuropa desde 26 de abril de 1995. A caminho do quarto de século e a produzir cerca de 900 carros por dia, a fábrica do grupo Volkswagen em Portugal conta chegar aos três milhões de unidades já em abril. A investir 103 milhões de euros durante 2020, a unidade de Palmela também está a vigiar um eventual contágio do coronavírus na linha de produção.

O aumento da produção do SUV T-Roc a partir de meados deste ano é o principal objetivo do investimento da fábrica. Ao mesmo tempo, será reduzida a montagem dos monovolumes Volkswagen Sharan e Seat Alhambra, cuja atual geração deixará de ser produzida em 2022, conforme explicou o diretor-geral da fábrica, Miguel Sanches.

"Estamos a aumentar a capacidade de produção do T-Roc. Por agora, conseguimos produzir 32 T-Roc por hora. Devido à grande procura do mercado, estamos a investir para passar a produzir 45 T-Roc por hora no verão, não só para responder à procura do mercado como para fazer face à menor procura do Sharan e do Alhambra, que são modelos com alguns anos no mercado", detalhou Miguel Sanches aos jornalistas no final da visita à fábrica do ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, que decorreu nesta quinta-feira.

Em 2019, a Autoeuropa produziu 256 878 unidades, mais 16,3% face a 2018). Representou 74,3% da produção automóvel total. Para 2020, a fasquia de produção está no mesmo patamar, como lembrou Siza Vieira: "A programação da fábrica para este ano é muito exigente para manter os níveis de produção próximos dos do ano passado. Tudo depende das condições de mercado mas a fábrica está preparada."

Leia o artigo completo no Dinheiro Vivo

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG