Anúncios de carros elétricos usados desaparecem em 70 dias

Os carros elétricos usados vendem-se cada vez mais rápido e o preço médio está a baixar, ainda que ligeiramente.

Os carros elétricos usados vendem-se cada vez mais rápido e o preço médio está a baixar, ainda que ligeiramente.

Segundo os dados de um estudo do Standvirtual, portal online de anúncios classificados de automóveis, a média de dias em que os anúncios de carros elétricos estão ativos na plataforma diminuiu de 84 dias em 2018 para 70 em 2019, reforçando o aumento da procura.

"A quantidade de anúncios de elétricos tem aumentado a um ritmo alto", esclarece o Standvirtual. "Neste momento a oferta já acompanha a procura o que faz com que o "tempo de venda" seja já muito semelhante a outros tipos de carro, nomeadamente a combustão. É um segmento que duplicou a oferta em pouco tempo."

Preço médios dos carros elétricos usados

No que diz respeito ao preço médio dos veículos elétricos anunciados no Standvirtual, regista-se uma ligeira descida de 25.996 euros em 2018 para 25.599 euros em 2019. "A variação é muito pequena, menos de 400 euros. Não temos uma explicação oficial para esta variação, já que o Standvirtual não tem interferência na definição de preços", esclarece a mesma fonte.

Contudo, a chegada ao mercado dos usados de marcas como a Tesla, ou de modelos caros da Porsche, da Jaguar ou da BMW, por exemplo, podem explicar uma variação tão baixa dos valores médios.

Na lista dos carros elétricos usados mais procurados no standvirtual, o Renault Zoe lidera, seguindo-se o BMW i3 e o Nissan Leaf. Marcas como a Renault estão a apostar cada vez mais na venda de carros elétricos. A marca francesa neste momento está com uma campanha de desconto de 3000 euros à troca por um elétrico (Zoe), para carros com mais de 12 anos - uma oferta que acumula com o incentivo do Estado.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG