Anunciantes pressionam: redes sociais têm de bloquear conteúdos maliciosos

A World Federation of Advertisers representa 90% do investimento de marketing a nível mundial, cerca de 900 mil milhões de dólares anuais

A World Federation of Advertisers (WFA) está a pedir aos anunciantes a pressionar as redes sociais a fazer mais para impedir que as suas plataformas sejam usadas para disseminar conteúdos maliciosos. O desafio foi lançado em Lisboa, no arranque da Global Marketer Week, que reúne 800 profissionais, 80% dos quais são donos de marcas.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG