António Ramalho: Alterações no consumo podem causar disrupções em algumas empresas

O CEO do Novo Banco alertou que algumas das tendências que surgiram durante a pandemia podem ter impacto em empresas que estão ainda vulneráveis devido à crise, o que constitui um risco.

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho, alertou esta sexta-feira que as alterações que a pandemia trouxe ao nível do modelo de consumo constitui um risco para algumas empresas que ainda estão vulneráveis devido à crise.

António Ramalho lembrou que a ​​​​​pandemia trouxe uma "aceleração de realidades", como a digitalização e preocupações climáticas.

Mas a "pandemia acelerou alterações no modelo de consumo" e no "modelo da procura", que "podem vir a introduzir disrupções profundas em empresas", alertou o CEO do Novo Banco na 5ª edição da Money Conference 'Banca 2022 - Testar, Personalizar e Crescer', organizada pelo DV/DN/TSF em parceria com a EY, Sage e Iberinform.

O banqueiro avisou que as mudanças podem ter impacto em empresas que estão ainda a tentar recuperar após a crise de 2020.

Elisabete Tavares é jornalista do Dinheiro Vivo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG