Aeroporto de Lisboa tinha 100 vagas. Recebeu mais de 1600 inscrições

O número de inscritos selecionados para a próxima fase ainda não foi divulgado.

O aeroporto de Lisboa recebeu 1631 inscrições online interessados em preencher uma centena de vagas para apoio aos passageiros e áreas logísticas.

A ação de recrutamento "Open Air Day", que decorreu entre quarta-feira e esta sexta-feira, na sede da Multitempo, contou com 1468 agendamentos de entrevista. Do total que compareceu, 53% eram mulheres e 47% homens, segundo dados da empresa de trabalho temporário Multitempo, a que o Dinheiro Vivo teve acesso. Fica, no entanto, por saber o número de candidatos apurados para a próxima fase.

Na área de apoio aos passageiros, as funções mais procuradas foram as de assistente de check-in, apoio a passageiros com mobilidade reduzida, assistente de informações e de acompanhamento a crianças (64%). Na área logística, destacaram-se os operadores de bagagem e assistentes de carrinhos (36%).

Por faixa etária, 42% dos inscritos têm entre 26 e 35 anos, enquanto 6% têm mais de 45 anos. As habilitações, por sua vez, variam entre o 9.º ano (17%) e o 12.º ano (46%); 37% têm ensino superior.

Recorde-se que, "apesar das limitações" do Humberto Delgado, o tráfego subiu 8,9% para 29 milhões no ano passado, fixando um novo recorde, segundos dados divulgados pela Vinci Airports.

O Estado e a ANA - Aeroportos de Portugal, concessionária dos aeroportos nacionais, assinaram, no dia 8 deste mês, o acordo que permite a expansão aeroportuária no Humberto Delgado, em Lisboa, e a concretização do projeto do Montijo - a chamada Portela+1. O futuro aeroporto complementar do Montijo deverá criar dez mil postos de trabalho, diretos e indiretos, disse na altura Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG