Administração do El Corte Inglés julgada por corrupção

Um dos acionistas do grupo espanhol acusa a cúpula de gestão de apropriação indevida, falsificação de documentos e corrupção

A justiça de Madrid vai julgar a queixa apresentada pela Corporacíon Ceslar, que detém 9,001% do El Corte Inglés, contra o corpo de administração da retalhista. Em causa estão suspeitas de apropriação indevida, violação do direito de informação e branqueamento de capitais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG