Acionistas da Nissan formalizam saída de Carlos Ghosn da presidência

Acionistas da Nissan formalizaram saída do ex-presidente, que foi detido novamente por suspeita de ter desviado 4,4 milhões de euros

A administração tinha dispensado Ghosn da presiência, logo após a primeira detenção, em 19 de novembro, contudo era necessário a aprovação formal da medida pelos acionistas.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG