5G: Empresas europeias rejeitam pressões dos EUA e defendem Huawei na UE

A UE deve "ter regras claras, mas também um acesso livre marcado pelo respeito dessas mesmas regras", entende Eurochambers.

A Associação Europeia das Câmaras de Comércio e Indústria (Eurochambres), que representa 20 milhões de negócios na Europa, recusou este domingo aceitar “pressões” dos Estados Unidos no desenvolvimento da rede móvel de quinta geração (5G), defendendo a presença da Huawei.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG