Wimbledon: Adolescente Cori Gauff elimina ídolo Venus Williams

A tenista norte-americana Cori Gauff, de 15 anos, eliminou hoje a compatriota Venus Williams, na primeira ronda de Wimbledon, naquela que foi a sua estreia em encontros do 'Grand Slam'.

Depois de se ter tornado a mais jovem tenista a ultrapassar a fase de qualificação do torneio londrino na 'era Open' - desde 1968 -, Cori Gauff afastou Venus Williams, que disse ser um dos seus grandes ídolos, por 6-4 e 6-4, em uma hora e 19 minutos.

'Coco' tornou-se mesmo a mais jovem jogadora a vencer um encontro em 'majors' desde 1996, quando a russa Anna Kournikova triunfou no Open dos Estados Unidos.

313.ª da hierarquia mundial, Cori Gauff fez os exames da escola à distância para participar no 'qualifying' e já assegurou a presença na segunda ronda, na qual vai defrontar a eslovaca Magdalena Rybarikova.

Venus Williams, de 39 anos e que já tinha vencido dois dos seus cinco títulos na relva londrina quando Gauff nasceu, caiu apenas pela terceira vez na primeira ronda em 18 presenças em Wimbledon, onde chegou a nove finais.

Cori tem menos de metade da idade da adversária e cresceu a admirar as irmãs Williams. Esta segunda-feira foi a vez de Venus elogiar a estreante: "Ela fez tudo bem", começou. "Pôs a bola no court, no que foi muito melhor do que eu. Serviiu bem, mexeu-se bem. Foi um grande jogo para ela", aceitou a derrotada.

Na hora e 19 minutos que durou a partida, Venus Williams apenas por uma vez conseguiu 'roubar' o serviço a Cori uma vez.

No final, a mais jovem tenista a qualificar-se para o torneio de Wimbledon disse que, no court, não pensou que estava a defrontar Venus Williams. "Estava a fazer o meu jogo", disse Coco, o nome pela qual gosta de ser tratada.

Considerada uma promessa do ténis mundial, a jovem é treinada pelo pai, Corey, antigo jogador de basquetebol da Universidade estatal de Georgia, que esta segunda-feira celebrou das bancadas a vitória da filha. Cori começou a pegar nas raquetes aos sete anos em Atlanta, onde cresceu. Pouco depois mudava-se para a Florida, à procura de melhores oportunidades neste desporto.

Coco, como outras estrelas da modalidade treina em França, na academia de Patrick Moratoglou, treinador de Serena Williams, conta o New York Times.

Os feitos da jovem atleta, nascida a 13 de março de 2004, não começaram hoje, elenca o diário norte-americano. Cori Gauff foi a mais jovem finalista do Open dos Estados Unidos Junior - tinha 13 anos. Um ano depois venceu o Open de França (para os mais novos) e tornou-se a segunda tenista mais jovem a participar em Roland Garros. Como ela só Martina Higgis.

A vitória foi celebrada quase de cócoras e com um agradecimento a Deus, segundo a própria. Algo diferente do ritual que a acompanha, e ao pai, desde os oito anos, antes do início de cada jogo, quando pede proteção para si e para os adversários.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG