The Best: Quem vota e quais as diferenças para a Bola de Ouro

Prémio instituído em 2016 voltou a separar distinções da FIFA e da Bola de Ouro. Selecionadores, capitães, jornalistas e adeptos decidem o melhor de 2018

Depois de uma fusão com a Bola de Ouro da revista francesa France Football que durou seis anos, a FIFA decidiu em 2016 voltar a atribuir o seu próprio prémio para o melhor jogador do ano, dando-lhe um nome mais pomposo, The Best, numa gala em que são igualmente entregues outras distinções individuais.

No fundo, o The Best acaba por ser uma reencarnação do FIFA World Player of the Year, atribuído entre 1991 e 2009, em que selecionadores e capitães das seleções nacionais filiadas no organismo, assim como jornalistas convidados, tinham direito a voto. A diferença é que agora também o público tem peso na decisão, os mesmos 25 por cento que cada um dos outros três grupos.

O processo, porém, começa com a seleção de dez nomes por parte de um painel de luxo de antigos futebolistas, constituído pelo saudita Sami Al Jaber, o nigeriano e antigo jogador do Sporting Emmanuel Amuneke, o coreano Cha bum-Kum, os italianos Fabio Capello e Alessandro Nesta, o costa-marfinense Didier Drogba, os brasileiros Kaká, Carlos Alberto Parreira e Ronaldo, o inglês Frank Lampard, o alemão Lothar Matthäus, o escocês Andy Roxburgh e o neozelandês Wynton Rufer.

Depois da escolha dos dez nomeados, têm a palavra adeptos, jornalistas, selecionadores e capitães das seleções nacionais. Cada pessoa vota em três jogadores, dando um, três ou cinco pontos aos futebolistas escolhidos. Os três mais votados tornam-se automaticamente nos finalistas e o mais votado no vencedor do prémio. Cristiano Ronaldo foi o premiado nas duas primeiras edições, em 2016 e 2017.

Por outro lado, a Bola de Ouro é decidida de forma diferente, pois a votação está apenas a cargo de membros da Federação Internacional de Jornalistas, sendo o galardão entregue pela France Football desde 1956, exceção feita aos seis anos (2010 a 2015) de parceria com a FIFA. E enquanto neste caso o The Best premeia o melhor jogador da época 2017/18, a Bola de Ouro terá em conta o ano civil de 2018, com cada jornalista a atribuir seis, quatro, três, dois e um ponto a cinco futebolistas.

Já o prémio de melhor jogador da UEFA, que este ano foi parar às mãos de Luka Modric, é atribuído ao futebolista que mais se destacou no futebol europeu - uma diferença relativa aos outros dois, que abrangem todo o planeta - pela votação dos 80 treinadores que competiram na Liga dos Campeões e de 55 jornalistas, um de cada federação que faz parte da European Sports Media.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG