TAD suspende castigo de dois jogos à porta fechada ao Benfica

Federação decidiu a interdição do Estádio da Luz por dois jogos, por considerar que existiram apoios a claques não legalizadas.

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) suspendeu o castigo de dois jogos à porta fechada do Benfica, depois da providência cautelar interposta contra a decisão do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Em comunicado, o clube lisboeta adiantou que a suspensão do castigo "teve o acordo" do próprio CD da FPF e "está em linha com outras decisões que anularam este tipo de castigos impostos pelo Conselho de Disciplina".

O Benfica assinalou que o TAD entendeu que o Conselho de Disciplina (CD) da FPF "não tem competência legal para a aplicação de sanções relacionadas com a concessão de apoios a grupos organizados de adeptos que não estejam registados junto do Instituto Português do Desporto e Juventude, na medida em que tal competência é exclusiva do IPDJ".

A secção não profissional do CD da FPF decidiu a interdição do Estádio da Luz por dois jogos, por considerar que existiram apoios a claques não legalizadas num jogo da Taça de Portugal frente ao Sporting de Braga, em 18 de dezembro do ano passado.

O Benfica tinha também sido condenado ao pagamento de uma multa de 1020 euros.

O mesmo tribunal já tinha anulado um castigo idêntico de cinco jogos, a 15 de julho e pelo mesmo motivo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG