Sporting tranquilo fecha fase de grupos com vitória competente

Equipa de Alvalade já estava apurada para a próxima fase da Liga Europa e venceu na receção ao Vorskla Poltava, por 3-0. Com muitas alterações no onze, a primeira parte dos leões definiu o encontro, com Miguel Luís em destaque

O Sporting terminou esta quinta-feira a fase de grupos da Liga Europa com uma vitória tranquila frente ao Vorskla Poltava, por 3-0. Os leões entraram em campo já apurados para a próxima fase da prova, no segundo lugar do Grupo E atrás do Arsenal, e resolveram a questão na primeira parte. É a quinta vitória consecutiva para o Sporting em todas as competições. Ou seja, Marcel Keizer só tem vitórias desde que pegou na equipa.

Do onze inicial que o Sporting apresentou frente ao Desp. Aves na vitória do fim de semana por 4-1, sobraram apenas Acuña, Coates e Bruno Fernandes, com o jovem Miguel Luís a surgir no lugar que Wendel tem feito com qualidade.

E foi Miguel Luís que aos 7', descoberto pelo hoje capitão Bruno Fernandes, ficou isolado na cara de Tkachenko, mas acertou no guarda-redes da equipa ucraniana. Foi a primeira vez que o jovem médio se mostrou mais a sério, tendência que se verificaria durante os primeiros 45 minutos, em nunca teve medo de se mostrar, pegar no jogo, conduzir a bola e também esteve bem nas tarefas defensivas.

O jogo adivinha-se de sentido único e foi isso que acabou por acontecer, exceto um par de remates do Vorskla Poltava ao lado da baliza de Salin, com o 1-0 a surgir logo aos 17'. Bruno Fernandes num bom momento soltou de calcanhar para Acuña na esquerda e Montero finalizou de cabeça, regressando aos golos (e aos jogos) depois de um mês parado por lesão.

Os leões estavam competentes, concentrados e era claro que qualquer aceleração colocava a defesa ucraniana em apuros. Coates e André Pinto apenas foram apanhados desprevenidos uma vez, quando uma bola longa lhes caiu nas costas, mas Salin saiu da área e resolveu o assunto, sem grande perigo para a sua baliza.

Por volta do minuto 35', Montero veio ao meio-campo recuperar uma bola dividida e começou o melhor lance de todo o encontro. Uma excelente e rápida combinação entre Carlos Mané e Bruno Fernandes deixou o capitão leonino sozinho na direita e este cruzou para o centro da área. Miguel Luís, muito oportuno, apareceu para finalizar e só precisou de encostar para fazer o seu primeiro golo ao serviço do Sporting e abrilhantar o bom momento no jogo. Numa altura em que Wendel se lesionou e é carta fora do baralho para os próximos meses, o jovem médio mostrou ter condições para ser considerado para o lugar.

Com o jogo à beira do intervalo a frágil defesa ucraniana acabou por ajudar a colocar um ponto final no encontro quando deixou Bruno Fernandes (comandou e bem a equipa) sozinho na direita para cruzar. Montero ia bisar mas foi Dallku que desviou para a própria baliza, fazendo o 3-0. Curiosamente, o primeiro dado da segunda parte é a substituição do homem que fez o autogolo.

O ritmo de jogo nunca foi muito alto e na segunda parte, com o jogo bem resolvido e estando bem definido que o Vorskla Poltava não teria capacidades, nem para aguentar mudanças de velocidade, nem para causar sustos, os leões foram controlando o encontro como queriam.

É verdade que o 4-0 podia ter surgido cedo no segundo tempo (Carlos Mané) ou perto do final do encontro (Jovane), mas é uma lesão e a entrada de três jovens que marcam os 45 minutos que faltavam. Montero, regressado aos relvado, lesionou-se após uma entrada mais dura e teve de sair numa maca, entrando para o seu lugar o jovem Pedro Marques, de 20 anos.

Os jovens Thierry Correia (quase marcou) e Bruno Paz, ambos também com 20 anos, entraram para os lugares de Ristovski e Bruno Fernandes, respetivamente, e deram minutos de qualidade à equipa até ao final do jogo.

Marcel Keizer chegou assim à quinta vitória consecutiva desde que chegou a Alvalade e o Sporting conseguiu manter uma tendência goleadora. Desde que o holandês tomou o comando da equipa verde e branca esta marcou sempre três golos (Rio Ave) ou mais (4 contra Lusitano e Desp. Aves e 6 contra o Qarabag), revelando uma acutilância e eficácia que até então não tinha demonstrado. O Sporting volta agora à ação no domingo, embalado por um excelente momento, em casa para a I Liga contra o Nacional.

Figura do jogo: Miguel Luís

O jovem médio estreou-se a marcar pelo Sporting e isso foi o culminar de uma primeira parte de qualidade, o que é importante por vários motivos. Miguel Luís era o jogador que à partida mais atenção teria por estar a jogar no lugar do lesionado Wendel, que renasceu com a chegada de Keizer. O jogador de 20 anos não se mostrou nada influenciado pela responsabilidade e começou o jogo a construir jogo, a ter bola e a defender bem, fazendo par com o sólido Bruno Fernandes. Aos 7' não fez golo isolado, mas apareceu a concluir a melhor jogada do encontro. Na segunda parte adaptou-se ao que a equipa estava a fazer e mostrou ser uma alternativa credível para o meio-campo, caso Marcel Keizer volte a escolhê-lo no fim de semana.

O jogo ao minuto

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG