Sporting com nova alma frente ao LASK com recuperação dos casos de covid-19

Os leões defrontam esta quinta-feira os austríacos do LASK Linz, em Alvalade, no play-off de acesso à fase de grupos da Liga Europa.

Emanuel Ferro, adjunto do treinador Rúben Amorim no Sporting, assumiu esta quarta-feira que o jogo do play-off de acesso à fase de grupos da Liga Europa frente aos austríacos do LASK Linz é "incomparável" com aquele que as duas equipas disputaram na época passada na fase de grupos da mesma competição.

"É incomparável. Não acredito que alguma das equipas esteja a basear-se em algo que aconteceu no passado. Estivemos sobretudo a pensar nos dias de preparação para um jogo decisivo, de uma competição onde queremos estar. A preparação teve em conta os últimos jogos do adversário", explicou, em conferência de imprensa de antevisão à partida.

Os leões iniciaram a época com duas vitórias (ao Aberdeen e ao Paços de Ferreira) e Emanuel Ferro realçou a ambição do grupo, que está mais reforçado após a recuperação do treinador Rúben Amorim e de alguns jogadores, que estavam infetados com covid-19. "É um fator de grande satisfação para o grupo e de engrandecimento do coletivo, que se apresentou forte nos últimos jogos, mas, com o regresso de jogadores, staff e treinador, estará mais forte. Queremos todos connosco para nos apresentarmos mais fortes em cada jogo", afirmou.

O LASK Linz chega à última ronda de acesso à fase de grupos depois de uma goleada imposta aos eslovacos do Dunajska Streda (7-0), enquanto o Sporting tem mostrado solidez defensiva, sem qualquer golo sofrido nas duas partidas disputadas. Contudo, Emanuel Ferro referiu que "interessa pouco" o que foi feito nos jogos anteriores.

"O LASK é uma equipa diferente do que foi o Paços de Ferreira e o Aberdeen. Olhamos para cada jogo com particularidades distintas, interessa pouco se marcaram mais ou menos golos anteriormente. Sabemos que as duas equipas se vão apresentar com um objetivo muito forte", constatou.

Sabendo que "um jogo tem uma história que é muito variável", Emanuel Ferro reforçou a necessidade de o conjunto leonino ter sempre consciência do objetivo, que se disputa em jogo único e, como tal, o Sporting quer "dominar". "Será um adversário muito difícil e competitivo, mas queremos ser nós a dominar o jogo. A equipa está muito envolvida e isso será decisivo para fazermos um bom jogo e chegar à vitória", disse.

O avançado Nuno Santos, contratado este verão ao Rio Ave e que recuperou recentemente da infeção de covid-19, frisou que os jogadores sportinguistas vão "entrar com vontade de vencer", numa competição em que os jogos "são todos complicados".

"Vai ser um jogo intenso, uma equipa intensa que vamos apanhar pela frente. Temos de ter paciência como tivemos nos últimos jogos. Assim, penso que conseguimos a vitória", expressou.

Sporting e LASK Linz defrontam-se esta quinta-feira, a partir das 20.00 horas, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, com arbitragem do bielorrusso Aleksei Kulbakov.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG