Croácia qualifica-se... apesar de Schmeichel (4-3 g.p)

Nos primeiros cinco minutos, Dinamarca e Croácia marcaram. Depois mais ninguém desequilibrou. No prolongamento Modric falhou um penálti mas no desempate os croatas seguiram em frente com o resultado de 4-3 com o filho do ex-guarda-redes do Sporting a brilhar... mas em vão

A Croácia vai defrontar a Rússia nos quartos de final do Mundial depois de ter vencido a Dinamarca no desempate por grandes penalidades.

O jogo começou de forma frenética com Mathias Jorgensen a inaugurar o marcador no primeiro minuto e Mandzukic a empatar aos quatro minutos. A Croácia parecia que tinha mais argumentos mas os escandinavos, bem posicionados, retiravam espaço aos croatas, fantasistas mas sem terreno para mostrarem o que sabiam. Depois, o selecionador croata talvez tenha cometido um erro ao colocar Modric sempre muito recuado, bem longe da baliza de Schmeichel.

O jogo estava bloqueado, a Dinamarca tentava limitar o jogo da Croácia, esta ficava claustrofóbica e parecia algo esgotada mental e fisicamente apesar de no último jogo da fase de grupos ter jogador com nove habituais suplentes de início diante da Islândia.

Só no prolongamento com a entrada de Badelj é que Modric se adiantou e foram dez minutos, os suficientes para se perceber que tudo podia ter sido diferente se Zlatko Dalic tem tomado essa opção antes dos 108 minutos. Até ao final a Dinamarca nunca mais saiu e Modric isolou Rebic que foi travado à margem das leis. Na conversão Modric permitiu a defesa a Kasper Schmeichel, com o pai Peter, ex-guarda-redes do Sporting, completamente eufórico nas bancadas.

No desempate através de grandes penalidades Subasic foi enorme ao defender três pontapés, mas Schmeichel parou dois e sempre que os parou sabia que se não o fizesse a sua equipa ficaria em desvantagem. Isso aliado ao penálti defendido no prolongamento podemos dizer que foi, com alguma justiça e após photo finish com o colega de posição, o melhor em campo.


Jogos e resultados do dia:

Espanha - Rússia (1-1, 3-4 após g.p.)

Croácia - Dinamarca (1-1, 4-3 após g.p.)

Exclusivos