Sérgio Conceição não revela se vai chamar Pepe e elogia horário do clássico

Treinador do FC Porto diz que o Sporting é hoje um clube mais tranquilo com um novo presidente e o treinador Marcel Keiser. E desvalorizou o facto de os dragões não vencerem em Alvalade há mais de dez anos: "É coincidência".

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, fez esta sexta-feira o lançamento do jogo deste sábado em Alvalade diante do Sporting, que pode deixar o FC Porto a 11 pontos dos leões em caso de vitória. O técnico portista falou e deixou muitos elogios a Pepe, mas não revelou se o defesa central será opção para este jogo.

"Encontrei o Pepe muito bem, com uma enorme vontade de querer ajudar e com a mesma motivação que já lhe conhecia. É um jogador profissional e com um grande currículo, alguém com quem é agradável trabalhar. Se vai jogar? Em termos burocráticos está tudo OK, está disponível, mas como sabem eu não falo sobre a equipa. Muito raramente abro exceções e por isso não vou dizer", referiu, prosseguindo nos elogios ao internacional português: "A primeira coisa que o Pepe me disse quando assinou pelo FC Porto foi: 'mister, eu quero competir'. É fantástico ver esta disponibilidade num jogador de 35 anos e com um currículo tão rico. Se vai jogar já ou não não será um problema para ele nesta fase inicial."

O técnico portista fez questão de dar os parabéns a quem marcou o Sporting-FC Porto deste sábado para as 15.30. "Faz bem ao futebol, haverá mais gente no estádio, pais a levar os filhos e famílias ao futebol. Pelo que sei os bilhetes esgotaram muito rapidamente. O espectáculo beneficia com este horário. Prefiro jogar num estádio cheio com famílias, é mais motivante. É importante ser como antigamente. Acho que as entidades devem promover este tipo de jogos mais vezes neste horário."

O clássico deste sábado vai marcar a estreia de Marcel Keiser como treinador do Sporting em jogos grandes. Sérgio Conceição admitiu que a equipa leonina está hoje mais tranquila. "Tenho muito respeito pelo José Peseiro, até pelo trabalho que fez num ambiente que não era fácil por todas as situações que são conhecidas. Agora com um novo presidente e este treinador, o Sporting ganhou tranquilidade. Está a ter um trajeto positivo. É sempre bom ter treinadores como Marcel Keiser, que trazem coisas novas ao futebol português. Os estrangeiros de qualidade são sempre bem-vindos, mas devo dizer que numa recente reunião na Federação gostei muito de ver tantos treinadores portugueses e com tanta qualidade. O treinador português é criativo, taticamente forte. Mas respeito os estrangeiros de qualidade. É sempre de louvar gente que traz algo de positivo para o nosso futebol", referiu.

Sérgio Conceição voltou a desvalorizar a estatística quando foi questionado sobre o facto de o FC Porto não vencer em Alvalade desde 2008: "É uma coincidência. Até porque se não estou em erro, o Sporting não perde em casa para o campeonato desde maio de 2017, num jogo com o Belenenses. É uma coincidência, assim como facto de dizerem que eu como treinador nunca venci em Alvalade. Não ligo nenhuma a isso."

O treinador do FC Porto garantiu ainda que ninguém do clube entra em euforias com a vantagem pontual - os dragões estão a cinco pontos do Sp. Braga (que tem mais um jogo), a sete do Benfica e a oito do Sporting. "Trabalhamos diariamente para garantir os três pontos em cada jogo. mas vivemos o imediato, o momento. Depois deste jogo com o Sporting ainda estão em jogo 51 pontos. É muito ponto, muito jogo para disputar. Por isso não ficamos muito excitados com esta vantagem. O FC Porto está habituado a estar no primeiro lugar e para nós não é nada de especial. É importante para o rival, porque se perder fica a 11 pontos."

Exclusivos