Sérgio Conceição: "Festa? Estamos focados no Sporting e na nossa equipa"

Na véspera do clássico, no Dragão, o treinador do FC Porto não está preocupado se poderá já esta terça-feira festejar a conquista do título se o Benfica voltar a escorregar.

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, desvalorizou esta terça-feira a possibilidade de o FC Porto poder festejar o título antes de defrontar o Sporting, na 32.ª jornada da I Liga, caso esta noite o Benfica não vença o Vitória de Guimarães, no Estádio da Luz.

"É redutor falar dessa forma sobre ser campeão no hotel ou em campo. Os campeões são feitos ao longo de trinta e tal jornadas. Trabalhámos a pensar desde o início nos objetivos do clube e a tentar ganhar os pontos necessários. Isso do sofá ou não sofá, não me diz nada. Estamos focados no Sporting e na nossa equipa e é dessa forma que vamos continuar", referiu o técnico portista, em conferência de imprensa.

Relativamente ao facto de uma eventual conquista antecipada do título nacional, caso o Benfica tropece frente ao Vitória de Guimarães, Sérgio Conceição reiterou que essa situação não vai alterar em nada o que foi preparado para o clássico.

"Não muda absolutamente nada. Temos três jogos para vencer e a final da Taça de Portugal. Vamos continuar com a mesma seriedade no que é a preparação e a prestação nos jogos. Depois, podem conseguir-se prestações melhores ou não, mas a ambição, determinação e essa seriedade vão estar sempre presentes, porque estamos num clube que assim nos obriga", salientou.

Para o jogo com o Sporting, o FC Porto não pode contar com Marcano e Sérgio Oliveira, devido a lesões, e com Jesús Corona e Uribe, por castigo, mas Sérgio Conceição sublinhou que a sua equipa não vai mudar o estilo de jogo habitual.

"Atacar com dois ou três avançados depende de quem jogar. Pode jogar-se em 4x4x2 com um avançado e um médio. A dinâmica da equipa é que vai ditar se esta é mais ou menos ofensiva, se é capaz de ter chegada e presença no último terço. Olhamos para as características dos jogadores que temos disponíveis para a equipa se sentir confortável no jogo e ultrapassar as dificuldades que vamos encontrar. A maior parte do trabalho incide na nossa equipa. O Sporting é uma equipa histórica, grande e por aquilo que tem sido, não mudará muito", salientou.

O treinador portista aproveitou ainda para elogiar o treinador Rúben Amorim e a forma como tem conduzido o Sporting. "É unânime que tem feito um excelente trabalho, no pouco tempo que tem de treinador. Tem as ideias muito bem definidas do que quer para as suas equipas, as duas em que trabalhou, ou pelo menos as duas com mais mediatismo. Foi conhecendo aquilo que é o treinador, as suas ideias, que baseámos a estratégia para o jogo, mas grande fatia da preparação tem a ver com a nossa equipa", salientou ainda.

Sérgio Conceição fez ainda questão de enviar um abraço à família de Ana Oliveira, a basquetebolista do Sporting, de 16 anos, que morreu em consequência de um atropelamento, no domingo.

"Por falar em dissabores, aproveito para mandar um abraço grande a toda a família da Ana Oliveira, a jovem que foi atropelada e faleceu, e a todo o Sporting porque é um momento a lamentar. Uma jovem partir da forma como partiu... Mando um abraço da minha parte e de toda a equipa do FC Porto", disse.

O FC Porto, líder do campeonato, dom 76 pontos, recebe na quarta-feira, às 21.30 horas, o Sporting, que ocupa a terceira posição, com 59, em partida da 32.ª jornada da I Liga.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG