Sarri interrompeu férias de Ronaldo... e pediu-lhe pelo menos 40 golos

Novo treinador da Juventus quer a equipa construída em torno do internacional português. Pretende tornar a ver Ronaldo como rei dos goleadores e para isso tem-lhe reservado o papel de número '9'.

Maurizio Sarri foi esta semana apresentado como treinador da Juventus e já pôs mãos à obra. Uma das primeiras missões do treinador italiano que substituiu Massimiliano Allegri foi conversar pessoalmente com Cristiano Ronaldo, a estrela da equipa da Juventus. Mesmo que para isso tenha interrompido por algumas horas as férias do craque português na Grécia.

De acordo com a imprensa italiana, Sarri reuniu-se com Cristiano Ronaldo nesta sexta-feira para uma conversa franca e transmitir ao internacional português os seus planos para ele. Segundo o jornal Gazzetta dello Sport, o técnico italiano que na época passada conquistou a Liga Europa ao serviço do Chelsea, garantiu a CR7 que pretende que a nova Juventus seja construída em torno do capitão da seleção nacional. E por isso pretende que o avançado jogue como avançado puro, pois pretende tirar partida da sua veia goleadora. Ou seja, Ronaldo tem reservado o papel de '9' na Juventus da próxima temporada e Sarri disse ao português que pretende que ele marque pelo menos 40 golos na nova temporada.

Na última temporada, em que a Juventus se sagrou campeão de Itália, Ronaldo teve um dos seus piores registos dos últimos anos em termos de golos. Na liga italiana apontou 21 em 31 jogos, e contabilizando todas as competições de clubes fez 28 em 43. Na lista dos melhores marcadores do Calcio ficou na quarta posição, atrás de Fabio Quagliarella, da Sampdoria, com 26 golos, Duván Zapata, da Atalanta (23) e Krzysztof Piatek, do AC Milan (22).

Esta intenção já tinha sido expressa por Sarri na sua conferência de imprensa de apresentação na Juventus. "No Chelsea treinei jogadores muito fortes, mas treinar Cristiano Ronaldo é uma emoção. Do meu ponto de vista, dei um passo em frente. Gostaria de ajudá-lo a bater mais alguns recordes", referiu na quinta-feira.

Em finais de abril, Cristiano Ronaldo chegou aos 600 golos por clubes enquanto futebolista sénior, ao marcar no empate da Juventus no terreno do Inter de Milão, em partida da 34.ª jornada da liga italiana. Veremos então se com Sarri o jogador português consegue voltar a ser o melhor marcador de uma liga, feito que não consegue desde a temporada 2014/15, quando ao serviço do Real Madrid chegou ao fim da liga espanhola com o impressionante número de 48 golos.

Depois, em 2015/16, Ronaldo perdeu o título de melhor marcador do campeonato espanhol para Luis Suárez (Barcelona), que apontou 40 contra os 35 do português. Em 2016/17 ficou atrás de Lionel Messi (35 contra 25) e em 2017/18, também ao serviço do Real Madrid, voltou a perder para Messi (37/25).

Ou seja, esta época, pela Juventus, Ronaldo registou o número mais baixo de golos dos últimos anos relativamente a jogos do campeonato - não se via uma marca tão baixa desde os tempos do Manchester United, terminando a temporada com 21 golos em 31 jogos - falhou algumas partidas devido a uma lesão e na última jornada foi poupado pelo treinador.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG