Rúben Semedo pode sair em liberdade se pagar fiança de 30 mil euros

O defesa central é suspeito de crimes como tentativa de homicídio, sequestro e posse ilegal de arma

O futebolista português Rúben Semedo, detido preventivamente desde o dia 22 de fevereiro, poderá sair da prisão, em liberdade condicional, se pagar uma fiança de 30 mil euros.

Segundo o jornal espanhol Levante, a juíza de instrução de Valência decidiu aceder ao pedido do novo advogado do jogador, Miguel Ferrer, e conceder a liberdade condicional ao atleta do Villareal. Esta já tinha sido solicitada em abril pelo advogado anterior, mas foi negada.

O jogador ficará, assim, impedido de sair de Espanha e não poderá aproximar-se mais do que 300 metros da alegada vítima ou fazer qualquer tentativa de contacto. Rúben Semedo fica obrigado, ainda, a apresentar-se semanalmente às autoridades. E só poderá sair em liberdade quando a verba, que será transferida por multibanco, for recebida pelo tribunal.

Recorde-se que o jogador do Villareal foi detido em janeiro, acusado de crimes como tentativa de homicídio de um homem, agressão, posse ilegal de arma e sequestro. Crimes que terão sido cometidos em sua casa, com o auxílio de mais duas pessoas.