Cristiano Ronaldo e Jorge Mendes vencem Globe Soccer Awards

Português já tinha vencido o prémio para o melhor futebolista do ano, atribuído desde 2011 pela associação europeia de empresários de futebol (EFAA) e a associação europeia de clubes (ECA), em 2011, 2014, 2016 e 2017. Mendes ganhou oito em nove...

Cristiano Ronaldo e o seu empresário Jorge Mendes venceram os Globe Soccer Awards de 2018, para melhor jogador do ano e melhor agente do ano, respetivamente.

Depois de ver Modric ganhar o prémio UEFA, a Bola de Ouro e o prémio FIFA para melhor jogador do ano, o capitão da seleção portuguesa foi ao Dubai buscar o troféu de melhor jogador do ano. CR7 ganhou aos franceses campeões mundiais Antoine Griezmann (Atlético de Madrid) e Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain).

"É uma honra receber este troféu. Tenho de agradecer à família, à minha namorada, ao meu filho - o mais velho, porque os bebés estão no hotel. Aos meus amigos, ao Jorge [Mendes] e ao staff. Ganhei muitos troféus, a Liga dos Campeões, foi inacreditável novamente. Estou muito feliz por ganhar mais um prémio. Sonho ganhar muitas coisas com a Juventus. O que aconteceu em 2018 já passou. Gosto de desafios, a minha nova vida é na Juventus. Obrigado ao povo árabe que me recebeu tão bem. E claro, obrigado aos mais novos, são a minha motivação. Também jogo por eles, motivam-me para jogar bem e marcar golos. As crianças são o futuro", disse o capitão da seleção nacional no discurso de agradecimento.

Ronaldo venceu assim mais uma vez o prémio para o melhor futebolista do ano, atribuído desde 2011 pela associação europeia de empresários de futebol (EFAA) e a associação europeia de clubes (ECA). Já tinha ganho em 2011, 2014, 2016 e 2017.

O português da Juventus ganhou ainda o prémio de melhor jogador atribuído pelos adeptos: "Antes de mais, feliz ano novo a todos. Agora estamos em 2019, um novo ano. 2018 é passado, já lá vai. Comecei muito bem com este prémio para este maravilhoso golo. Infelizmente foi contra a minha atual equipa. Obrigado aos fãs, porque sem eles o futebol não é nada."

E o prémio para melhor golo do ano, pelo pontapé de bicicleta pelo Real Madrid, precisamente frente à atual equipa.

Por seu lado, Jorge Mendes, que ganhou oito dos nove prémios para empresário do ano (só falhou em 2016), atribuído desde 2010, bateu desta vez o italiano Stefano Castagna e o britânico Jonathan Barnett. "Estou orgulhoso, é uma honra estar aqui novamente. Agradeço às pessoas das Gestifute, treinadores e jogadores. Obrigado e bom ano para todos", disse Mendes, depois de receber o prémio das mãos do seu cliente maior, Cristiano Ronaldo.

A treinador do ano foi Didier Deschamps. O selecionador francês levou a melhor sobre Diego Simeone, Massimiliano Allegri, Zinedine Zidane e Jürgen Klopp.

Já o clube do ano foi...o Atlético de Madrid. Os colchoneros ganharam a luta com o Real Madrid e o Liverpool.

Outros prémios

Ronaldo o Fenómeno vence o Prémio Carreira.

Blaise Matuidi, médio da Juventus e da seleção francesa, vence o Prémio Carreira.

Fabio Paratici (Juventus) recebe o prémio de melhor diretor desportivo do ano.

Fabio Capello é distinguido com o Prémio Carreira como treinador.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG