Ricardinho voltou a ficar no banco, mas foi campeão no adeus ao Inter Movistar

Português não foi opção na final, em que a sua equipa bateu o Valdepenas do transmontano Edu Sousa. Aquele que ainda é para muitos o melhor jogador de futsal do mundo vai jogar o ACS Paris.

O Inter Movistar sagrou-se esta terça-feira campeão espanhol de futsal, numa final em que empatou com o Valdepenas (3-3), onde joga o também português Edu Sousa. Ricardinho voltou a ficar no banco, mas acabou por conquistar o seu sexto título em Espanha no adeus ao futsal espanhol. Aquele que ainda é para muitos o melhor jogador de futsal do mundo vai jogar o ACS Paris.

O empate foi suficiente devido ao critério que definia que em caso de empate o Inter Movistar conquistaria o título, por ser a equipa que na fase regular estava em melhor posição, no primeiro lugar. Desde a retoma da competição - num play off com os oito primeiros quando a Liga foi suspensa, devido à pandemia da covid-19, e a um único jogo nos quartos de final, meias-finais e final -, o internacional luso não foi opção nos três jogos.

Nos quartos, quando questionado sobre a ausência de Ricardinho, o treinador Tino Pérez referiu que a questão era mais para o português do que para ele: "essa é quase mais uma questão para ele do que para mim. Prefiro, sinceramente, não comentar". Esta terça-feira, na final em Málaga, o português voltou a ficar de fora, num jogo em que Inter Movistar saiu para o intervalo com uma vantagem de 3-1, após golos de Pito (2 e 20 minutos), e Borja (19').

Na segunda parte, o Valdepenas reduziu por Cainan para 3-2, de livre aos 28 minutos, e procurou inverter o rumo da situação, depois de as duas equipas ainda atirarem bolas ao poste, embora o Inter fosse inferior neste período. A equipa de Ricardinho terminou em sofrimento, fazendo a quinta falta ainda antes dos cinco minutos finais, ainda viu a bola na barra, e sofreu o empate a um minuto do final, por Dani Santos, quando o Valdepenas tinha guarda-redes avançado.

Ricardinho, que termina contrato com o clube e já anunciou a sua saída para o ACCS Paris, somou o sexto título de campeão espanhol em sete épocas no Inter, num percurso interrompido pela conquista do Barcelona em 2018/19.

Em Paris, o jogador português, sete vezes eleito o melhor do mundo, contará com a companhia de Carlos Ortiz, jogador do Inter Movistar que se transferiu também para a capital parisiense, e com Bruno Coelho, ex-capitão do Benfica.

Esta temporada, devido à crise sanitária em Espanha e no mundo, a fase regular do campeonato só decorreu até à 23.ª jornada (em 30). Depois os oito primeiros jogaram um play-off decidido a um único jogo até à final.

O Inter Movistar, que conquistou o 14.º campeonato, estava em primeiro na fase regular, afastou o Jaen (8.º) e Palma Futsal (5.º), ambos por 3-1, nos quartos de final e meias-finais, enquanto o Valdepenas, que partiu como terceiro, eliminou o Osasuna (6.º) e o Levante (7.º).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG