Reanto Sanches: "Espero que Rui Vitória fique no Benfica"

O médio do Bayern Munique admite que vai viver "um momento especial" no reencontro desta terça-feira com o clube onde foi formado

Renato Sanches está ao lado dos treinadores do Bayern Munique e do Benfica, que estão a ser contestados nesta altura da temporada devido aos resultados menos conseguidos. Essa ideia foi expressa esta segunda-feira em conferência de imprensa de antevisão do jogo que irá opor as duas equipas na 5.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

"O meu trabalho é jogar e não falar do treinador. No futebol há altos e baixos, eu próprio já passei por altos e baixos. Não é um problema meu, mas espero que Niko Kovac fique, espero que o Rui Vitória fique, isso é o mais importante", frisou o médio português do Bayern, garantindo que a sua equipa está "focada em ganhar" a partida desta terça-feira na Allianz Arena.

Renato Sanches assumiu que o jogo da primeira volta em Lisboa, no Estádio da Luz, "foi importante" para ele, sobretudo pelo golo que marcou. "Foi mau para o Benfica, mas eu consegui recuperar um bocado a minha confiança que, naquela altura, não estava muito boa, mas ao longo do tempo tenho recebido o apoio do treinador e dos meus colegas. Isso é muito importante. Vai ser um momento especial para mim e para a minha família novamente", acrescentou.

Ao Bayern basta o empate para garantir o apuramento para os oitavos-de-final, enquanto o Benfica precisa de vencer para manter a esperança. Renato Sanches considera por isso que "será um jogo com mais emoção pela fase mais adiantada da época". "Será um jogo difícil para ambas as partes, com muitas emoções, mas pretendemos ganhar, vamos dar o nosso melhor", frisou.

Exclusivos

Premium

Livro

Antes delas... ninguém: mulheres que desafiaram o domínio masculino

As Primeiras - Pioneiras Portuguesas num Mundo de Homens é o livro com as biografias de 59 mulheres que se atreveram a entrar nas profissões só de homens. O DN desvenda-lhe aqui oito dessas histórias, da barrista Rosa Ramalho à calceteira Lurdes Baptista ou às 'Seis Marias' enfermeiras-paraqueditas, entre outras