"Seleção espanhola e Real Madrid também acreditaram em Lopetegui"

Presidente do FC Porto diz que o título conquistado no último campeonato "valeu por cinco".

Na apresentação do livro "Até ao Mar Azul", que reúne as crónicas que publicou na revista Dragões ao longo dos últimos cinco anos, Pinto da Costa recordou algumas das decisões tomadas ao longo deste período, entre as quais a contratação do treinador espanhol que acaba de ser despedido do Real Madrid.

"Eu disse que tinha esperança de que íamos virar a página. E tinha. Esteve quase e também sabemos, se não somos incoerentes, que o que então se passava também dificultou isso, portanto não retiro uma vírgula. Fui o pioneiro a acreditar e não me sinto isolado. Não fui só eu a acreditar, porque a seleção de Espanha acreditou, e são muito mais espertos do que eu, o Real Madrid acreditou e agora não sei se mais alguém vai acreditar...", disse, na tribuna do Dragão, onde foi apresentado o livro.

Com Sérgio Conceição entre a plateia, o presidente portista não poupou elogios ao técnico que devolveu o futebol do clube aos títulos. "Quando falei com ele a primeira vez foi num dia especial, porque fazia 30 anos que tínhamos ganho o primeiro titulo europeu, em Viena. Depois de almoçar com Luciano D'Onofrio, falei com ele à tarde e fiquei com a certeza que ia ultrapassar as dificuldades, com o Nantes, para vir para o FC Porto. Hoje todos o dão como uma das melhores decisões que tomei em prol do FC Porto. Foi um capítulo especial", referiu Pinto da Costa, que recordou como um dos momentos mais felizes o dia dos festejos do último título nacional, em maio passado.

"Foram cinco anos em que só ganhamos um campeonato nacional de futebol, mas foi um campeonato que valeu por cinco. Não é preciso dizer mais nada, valeu por cinco", rematou o líder portista, sob aplausos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG