Pepe distinguido com o Dragão de Ouro de Atleta do Ano

O defesa recebeu o galardão pela segunda vez. O médio Fábio Vieira recebeu o prémio referente a atleta jovem do último ano.

O internacional português Pepe foi esta segunda-feira galardoado com o Dragão de Ouro de Atleta do Ano, no dia de aniversário do FC Porto, e agradeceu a Pinto da Costa a "coragem" de o fazer regressar.

O defesa-central de 37 anos recebeu a distinção das mãos do presidente do FC Porto, no relvado do Estádio do Dragão, e manifestou a felicidade e orgulho de voltar a receber o Dragão de Ouro. Pepe já havia sido distinguido com este prémio 2006, altura da primeira passagem pelo clube portista.

"Tem um sentimento especial. Receber o Dragão de Ouro é extremamente gratificante. O reconhecimento daquilo que dou a cada dia pelo clube, um sentimento que não dá para descrever. Agradeço ao presidente, porque deu essa possibilidade de poder voltar ao meu clube, um clube pelo qual tenho muito carinho, a coragem que teve por me trazer de volta a casa, quando outros diziam que era difícil voltar", começou por referir o jogador que recordou ainda a época dura que culminou com a conquista de dois títulos.

"Foi um ano difícil, mas conseguimos ser campeões. Vamos voltar a lutar para, quem sabe, podermos festejar todos juntos novamente", finalizou.

Fábio Vieira, médio do FC Porto, foi também galardoado, tendo recebido o Dragão de Ouro de Atleta Jovem do Ano.

O médio de 20 anos que na época passada jogou oito jogos na equipa principal, tendo marcado dois golos, recebeu a distinção das mãos de Pinto da Costa, no relvado do Estádio do Dragão.

"Chegar aqui foi difícil, queria agradecer ao presidente a atribuição do prémio", disse Fábio Vieira, acrescentando: "Sonhava que poderia vir a conquistar o Dragão de Ouro e quero agradecer ao míster Sérgio Conceição por ter apostado em mim e também quero agradecer aos meus pais", disse.

"Consegui uma coisa que queria há muito tempo, poder jogar neste estádio. Tem um significado muito especial. Este dragão vai ficar no meu quarto e vou dormir com ele", confessou o jogador.

Os Dragões de Ouro estão a ser entregues, em diferentes momentos, ao longo desta segunda-feira, dia do 127.º aniversário do FC Porto. Este ano, devido às restrições impostas pela pandemia de covid-19, não haverá a habitual gala de entrega dos galardões.

Joaquim Faria de Almeida foi o primeiro Dragão de Ouro, na categoria de Dirigente do Ano, seguiu-se o Dragão de Ouro de Parceiro do Ano atribuído aos Super Dragões, claque do FC Porto.

Dragão de Ouro Carreira foi entregue a José Carlos Esteves, médico dos portistas.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG