Penalização atira Miguel Oliveira para o 15.º lugar em França

O português da KTM somou este domingo mais um ponto no Mundial de MotoGP, após terminar o Grande Prémio de França, quinta prova da temporada, no 15.º lugar, a 36,044 segundos do vencedor, o espanhol Marc Marquez (Honda).

O piloto de Almada, que arrancou da 17.ª posição, beneficiou dos abandonos do italiano Francesco Bagnaia (Ducati), do espanhol Maverick Viñales (Yamaha) e do japonês Takaaki Nakagami (Honda), que seguiam à sua frente, para subir ao 14.º lugar, que ocupou durante toda a segunda metade da prova gaulesa.

Contudo, a duas voltas do final, o português da equipa Tech3 foi penalizado em 1,5 segundos por ter cortado caminho entre as curvas 9 e 10 do circuito francês, perdendo um lugar para o seu companheiro de equipa Hafyzh Syarhin (KTM). "Estou bastante aborrecido com a minha penalização", admitiu Miguel Oliveira, que teve "uma corrida difícil".

"Durante todo o fim de semana, não tivemos a pista seca muito tempo, pelo que a afinação não era perfeita. De qualquer forma, fizemos alguns progressos na sessão de warm up e consegui ser um pouco mais rápido na corrida, em que tive de lutar com alguns problemas", explicou o piloto da KTM.

Com este resultado, Miguel Oliveira encontra-se agora no 17.º posto do mundial com oito pontos no campeonato, menos dois do que o francês Johann Zarco, da equipa oficial da KTM, que este domingo foi 13.º.

Marc Marquez, campeão do mundo em título, cumpriu as 27 voltas em 41.53,647 minutos e reforçou a sua liderança no Mundial, agora com 95 pontos, mais oito do que o italiano Andrea Dovizioso (Ducati), segundo classificado este domingo, e 20 do que o seu compatriota Alex Rins (Suzuki), que terminou a prova no 10.º lugar.

A próxima prova do mundial, o Grande Prémio de Itália, está agendado para 2 de junho.

Exclusivos