Lenine Cunha quer chegar às 200 medalhas em provas internacionais

Nos Europeus de pista coberta que se realizam na Turquia, Lenine Cunha vai participar em sete provas: pentatlo, salto em comprimento, salto em altura, triplo salto, 60 metros barreiras e estafetas 4x200 metros e 4x400.

O atleta paralímpico Lenine Cunha, detentor de 197 medalhas em competições internacionais, assumiu esta segunda-feira o objetivo de chegar às 200 nos Europeus de pista coberta da Federação Internacional para Atletas com Deficiência Intelectual (INAS), que se disputam na Turquia.

"O objetivo para esta competição é mesmo chegar às 200 medalhas internacionais, foi para isso que treinei nos últimos meses. É um sonho que persigo há um ano. Estou confiante e, como sempre, irei dar o meu melhor e trazer esta alegria para Portugal", disse Lenine Cunha à Lusa.

O atleta, medalha de bronze no salto em comprimento nos Jogos Paralímpicos Londres2012, é um dos 13 convocados pela Federação Portuguesa de Atletismo para a nona edição dos Campeonatos Europeus da INAS, que decorrem entre 06 e 11 de março, em Istambul.

Na Turquia, Lenine Cunha vai participar em sete provas: pentatlo, salto em comprimento, salto em altura, triplo salto, 60 metros barreiras e estafetas 4x200 metros e 4x400.

Em 2017, a seleção portuguesa fechou os Europeus de pista coberta da INAS, disputados em Praga, com 13 medalhas, seis das quais de ouro.

Lista de atletas convocados:

- Masculinos: Afonso Roll, Carlos Freitas, Carlos Lima, Domingos Magalhães, Lenine Cunha, Paulo Benavente e Sandro Baessa.

- Femininos: Ana Filipe, Carina Paim, Cláudia Santos, Érica Gomes, Joana Silva e Graça Fernandes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG