Paraguai quer Scolari para selecionador

A federação paraguaia pensa no treinador brasileiro para iniciar um projeto que tem como meta o Mundial 2022, no Qatar

Luiz Felipe Scolari, de 69 anos, é o treinador desejado pela federação do Paraguai para assumir o cargo de selecionador tendo em vista um projeto de médio e longo prazo que tem como finalidade o apuramento para o Mundial 2022, que se realiza no Qatar.

A notícia foi avançada pelo jornal brasileiro Lance, que avança ainda que o antigo selecionador nacional também tem em mãos um convite do Egito para substituir o Héctor Cúper.

Scolari está neste momento sem clube depois de deixar o futebol chinês, mais concretamente o Guangzhou Evergrande, em outibro de 2017. Já este verão recusou uma proposta para treinar o Sporting, aguardando por isso uma proposta para voltar à atividade.

A seleção do Paraguai falhou as duas últimas fases finais dos campeonatos do mundo, no Brasil e na Rússia, e procura agora atingir a nona presença em Mundiais, aproveitando uma nova geração de futebolistas. No entanto, a próxima grande competição que tem pela frente é a Copa América 2019, que se realiza no Brasil, entre 14 de junho e 7 de julho.

Refira-se que ao comando de seleções nacionais, Scolari foi campeão mundial e vencedor da Taça das Confederações pelo Brasil, vencedor da Taça do Golfo pelo Kuwait e foi finalista vencido do Europeu com Portugal.

Exclusivos