Os jogos e as contas da penúltima jornada. O título, a Europa e as despromoções

No domingo, mediante uma conjugação de resultados, o Benfica até pode ser já campeão a uma jornada do fim do campeonato. Na Europa a luta é entre V. Guimarães e Rio Ave. E nas contas da descida há três aflitos: Tondela, Desp. Chaves e V. Setúbal.

A jornada 33, a penúltima deste campeonato, pode decidir muita coisa em termos de contas e logo à cabeça a questão do título de campeão. Caso no domingo o FC Porto escorregue na visita ao Nacional (empate ou derrota) e o Benfica vença o Rio Ave, em Vila do Conde, o campeonato fica decidido a favor dos encarnados, que partem para a última jornada com mais cinco ou quatro pontos do que os dragões. Ou seja, perante este cenário, pode haver festa no Marquês (Lisboa) já este domingo à noite. Se os dois rivais vencerem os respetivos compromissos, fica então tudo adiado para a última ronda, mantendo o Benfica dois pontos de avanço e vantagem no confronto direto.

Na luta pelos lugares europeus, o Vit. Guimarães e o Rio Ave ainda disputam a última vaga na Liga Europa (o Moreirense, atual quinto classificado, não está inscrito, tal como o Belenenses). Os vimaranenses recebem o Belenenses e os vila-condenses o Benfica.

Quanto à manutenção - o Feirense é a única equipa já despromovida -, começa logo no sábado quando o Tondela se deslocar a Alvalade. Depois, no domingo, há um embate entre dois aflitos, com o Desportivo de Chaves a receber o Vit. Setúbal, horas antes do penúltimo classificado da I Liga, o Nacional, entrar em campo frente ao FC Porto. Pode dar-se aqui o caso de a equipa madeirense já estar despromovida quando iniciar o jogo frente aos dragões.

Luta pelo título é entre Benfica e FC Porto

Nacional-FC Porto (domingo, 17.30). Os insulares, penúltimos classificados da I Liga, podem entrar em campo já despromovidos. Eles dependem do resultado do jogo do Tondela e do Desp. Chaves- Vit. Setúbal. Para sonhar está praticamente obrigado a vencer na receção ao todo poderoso FC Porto. Costinha, que perdeu seis das últimas oito jornadas, terá de vencer o campeão em título para sonhar, sendo que o FC Porto joga em casa e também não pode tropeçar. Os dragões têm menos dois pontos do que o Benfica. Se os portistas empatarem ou perderem entregam o título ao Benfica.

Rio Ave-Benfica (domingo, 20.30). Os encarnados só dependem de si para serem campeões. A deslocação ao Estádio do Arcos não é a mais recomendável, visto que os vila-condenses ainda têm ambições europeias. O Benfica desloca-se a Vila do Conde para jogar com uma equipa que complicou a vida ao FC Porto (2-2). Se o Benfica ganhar e o FC Porto empatar ou perder, as águias são campeãs já este domingo.

A Europa é entre o Rio Ave e o Vit. Guimarães

Vit. Guimarães-Belenenses (domingo, 15.00). Podia ser uma luta pela Europa, mas não é. O Belenenses SAD está fora da corrida pela Europa (direção anulou a candidatura) e desloca-se a casa do principal candidato à vaga europeia numa das piores fases da época: quatro derrotas pesadas e dois empates. Mas os vimaranenses, que ainda podem alcançar o quinto lugar em caso de vitórias nos dois últimos encontros, não estão melhores: três derrotas e um empate nos últimos quatro jogos.

A luta dos aflitos, Tondela, Desp. Chaves e Vit. Setúbal

Sporting-Tondela (sábado, 20.30). Um jogo decisivo para a manutenção (ou não) dos da Beira. Os leões seguros no terceiro lugar, mas ainda podem chegar ao segundo lugar se vencerem os dois encontros que faltam (Tondela e FC Porto). Frente ao aflito Tondela, o Sporting vai ainda e à procura da 11.ª vitória seguida. A equipa de Pepa está um ponto acima da linha de água e se só depende de si para se manter na Liga, precisando para isso vencer o Sporting em Alvalade este sábado.

Chaves-Vit. Setúbal (domingo, 15.00). A ver quem se salva. Esse é o espírito do duelo pela manutenção entre o Des- Chaves e o Vit. Setúbal. Os transmontanos vêm de um empate em Santa Maria da Feira (4-4) enquanto os sadinos perderam com o Boavista. Separados por um ponto, espera-se um jogo quente em Trás-os-Montes, que pode ser decisivo nas contas finais da luta pela sobrevivência na I Liga. Qualquer uma das equipas depende de si para ficar na I Liga. Se o Tondela perder em Alvalade, quem ganhar garante a permanência e aos setubalenses até bastará um empate. E independentemente do que acontecer no encontros dos beirões, uma vitória bastará ao Vitória de Setúbal para assegurar a manutenção.

Os duelos que já não decidem nada

Portimonense-Marítimo (sábado 15.30). A manutenção está assegurada para os dois lados, mas há que jogar pela melhor posição possível no campeonato. A equipa de Folha quer despedir-se dos seus adeptos em beleza, depois de uma boa, com alguns triunfos surpresas frente aos grandes, mas algo irregular temporada. Já Petit safou-se da descida e quer dar continuidade ao trabalho já a pensar na próxima temporada.

Santa Clara-Feirense (sábado, 15.30). O clube açoriano decidiu abrir as portas doe estádio para a despedida caseira daquela que foi a equipa surpresa da I Liga 2018-19, sob o comando de João Henriques. O Santa Clara não só garantiu a manutenção em ano de regresso à I Liga, como conseguiu já a melhor pontuação de sempre na Liga. Joga frente a um já despromovido Feirense que continua sem ganhar desde agosto.

Boavista- Sp. Braga (sábado, 18.00). Os axadrezados de Lito Vidigal recebem um Sp. Braga que já conhece a sua posição final no campeonato (4.º) e que só pode lutar por mais pontos depois da derrota com o Marítimo na jornada passada. Com o Boavista confortável a meio da tabela, espera-se um jogo sem pressão entre dois históricos do futebol nacional.

Entretanto, em encontro já disputado esta sexta-feira, o Moreirense foi a Vila das Aves vencer por 1-0, com golo de Chiquinho, reforçando o quinto lugar. Apesar da derrota, a permanência já está assegurada para os avenses.