Oficial: Casillas integra estrutura diretiva do FC Porto... mas não anuncia retirada

"Enquanto recupera do problema de saúde, Iker Casillas vai fazer parte do staff diretivo da equipa de futebol do FC Porto", anunciaram esta segunda-feira os dragões.

Ainda não é bem um adeus aos relvados, mas pode ser um primeiro passo nesse sentido. O FC Porto anunciou esta segunda-feira, através do site oficial do clube, que o guarda-redes espanhol Iker Casillas "vai fazer parte do staff diretivo da equipa de futebol, enquanto recupera do problema de saúde".

Na prática, o internacional espanhol passa a assegurar a ligação entre os jogadores, o treinador e a direção, podendo o âmbito da sua ação ser alargado a outras funções dentro do clube.

"Vou fazer algo diferente do que habitualmente fazia, que era estar no terreno de jogo. Vou tentar fazer a ligação entre a equipa e o clube. O mister falou comigo na época passada quando aconteceu a minha situação e disse-me que queria que ficasse com eles, perto dos jogadores, perto dos jogadores mais novos, porque iriam existir várias mudanças. Vou tentar fazer o possível para ajudar os meus companheiros", disse Casillas.

Em declarações ao Porto Canal, o guarda-redes lançou ainda as bases para as próximas semanas de trabalho: "Vamos preparar-nos para fazer o melhor possível no início da época. Já temos várias semanas de trabalho mas ainda falta um par de semanas para os primeiros jogos oficiais. Que todos juntos possamos fazer uma grande época e que possamos conquistar o campeonato, as taças e fazer o melhor possível na Europa."

O guarda-redes já seguiu esta segunda-feira com a equipa para o Algarve, local onde o plantel vai realizar um estágio, onde vai estrear-se nas novas funções. Eis os 29 jogadores que Sérgio Conceição convocou: Vaná, Diogo Costa, Mouhamed Mbaye, Marcano, Osorio, Saravia, Tomás Esteves, Diogo Queirós, Diogo Leite, Manafá, Pepe, Alex Telles, Bruno Costa, Danilo, Loum, Romário Baró, Otávio, Sérgio Oliveira, Aboubakar, Luis Díaz, Nakajima, Zé Luís, Fábio Silva, Jesús Corona, Galeno, André Pereira, Soares, Madi Queta e Fernando Andrade. Óliver Torres, que está a ser negociado com o Sevilha, não seguiu viagem.

Casillas sofreu um enfarte agudo do miocárdio no dia 1 de maio, quando se encontrava no centro de treinos do Olival. Foi imediatamente transportado para o hospital da CUF no Porto e sujeito a um cateterismo.

A notícia correu e mundo e, nas redes sociais, multiplicaram-se as mensagens de solidariedade. Amigos, colegas do futebol e clubes desejaram rápidas melhoras ao guardião espanhol, casos de Cristiano Ronaldo, Figo, David Beckham, assim como Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, a Federação Portuguesa de Futebol e a FIFA.

Em entrevista ao jornal O Jogo, em maio, Pinto da Costa já tinha manifestado vontade de ver o guardião a continuar a servir os dragões, até porque Casillas tem mais um ano de contrato. "É essa a nossa vontade. O Casillas tem mais um ano de contrato e queremos que fique na estrutura do FC Porto, e não é apenas mais um ano. Casillas é um dos nossos e terá sempre lugar no FC Porto", frisou o presidente portista.

Iker Casillas, de 38 anos, renovou contrato com o FC Porto em março deste ano (até 2020), ele que chegou ao Dragão em 2015/16, depois de ter feito toda a carreira no Real Madrid, tendo, na temporada 2017/18, ajudado os dragões a alcançarem o título nacional.

Numa carreira que já dura duas décadas, o guardião conquistou um Campeonato do Mundo e dois Europeus com a seleção espanhola e, ao serviço do Real Madrid, foi cinco vezes campeão de Espanha e levantou três vezes o troféu da Liga dos Campeões.

No seu currículo, Casillas tem ainda um Campeonato do Mundo de clubes e duas Supertaças europeias, além de duas Taças do Rei de Espanha.

Com 167 internacionalizações por Espanha, o guarda-redes entra na lista dos jogadores de sempre que mais vezes representaram a sua seleção.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG