Nápoles escorrega e Juventus fica mais confortável na frente

Os napolitanos cederam um empate (1-1) em casa com a Roma e já estão a seis pontos da liderança

O Nápoles ficou este domingo ainda mais distante da líder Juventus ao ceder um empate 1-1 no seu estádio perante a AS Roma, em jogo da 10.ª jornada da Série A. Este resultado deixa a equipa de Cristiano Ronaldo e João Cancelo com seis pontos de vantagem sobre os napolitanos, que esta segunda-feira podem ser apanhados pelo Inter Milão, que visita a Lazio.

Os romanos começaram melhor o jogo e aos 14 minutos colocaram-se em vantagem graças a um golo de El Shaarawy, a passe do turco Cengiz Under. Com Mário Rui no onze, a equipa treinada por Carlo Ancelotti apenas conseguiu chegar ao empate no primeiro dos quatro minutos de tempo extra concedidos pelo árbitro, altura em que o belga Dries Mertens finalizou um passe do espanhol José Callejón.

Enquanto isso, o AC Milan voltou aos triunfos num jogo emocionante, no San Siro, diante da Sampedoria. A equipa de Gennaro Gattuso venceu por 3-2, mas teve de sofrer muito, pois ao golo de Cutrone (17') responderam Saponara e Quagliarela, que viraram o resultado.

No entanto, Higuaín já perto do intervalo empatou e Suso no segundo tempo consumou a reviravolta, que coloca os rossoneri no quinto??? lugar, com os mesmos 15 pontos da Sampedoria, Fiorentina e Sassuolo.

Resultados da 10ª jornada:

Atalanta-Parma, 3-0
Empoli-Juventus, 1-2
Torino-Fiorentina, 1-1
Sassuolo-Bolonha, 2-2
Cagliari-Chievo Verona, 2-1
Génova-Udinese, 2-2
SPAL-Frosinone, 0-3
AC Milan-Sampdoria, 3-2
Nápoles-AS Roma, 1-1

Esta segunda-feira
Lazio-Inter Milão

Confira aqui a classificação da Série A

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.