Naomi Osaka vence Open da Austrália e torna-se na primeira asiática a chegar a número 1 do mundo

A tenista japonesa derrotou a checa Petra Kvitova na final do Open da Austrália, conquistando o segundo torneio do Grand Slam consecutivo

A japonesa Naomi Osaka conquistou este sábado, pela primeira vez na carreira, o título do Open da Austrália, ao bater na final a checa Petra Kvitova, e tornou-se na primeira tenista asiática a assumir a liderança do ranking mundial.

A jovem nipónica, de 21 anos, superou a checa, de 28, na discussão pelo título em Melbourne Park em três 'sets', pelos parciais de 7-6 (7-2), 5-7 e 6-4, em pouco menos de duas horas e 30 minutos.

Apesar do encontro agressivo e equilibrado, Petra Kvitova, que chegou a salvar três 'match points' na segunda partida para levar a discussão do título a terceiro 'set', ainda igualou os 33 'winners' da adversária, mas cometeu mais erros não forçados (39-33) e acabou por ceder o troféu àquela que acabou por ascender do quarto lugar ao topo do 'ranking' WTA.

"É incrível, nem consigo acreditar que voltei a jogar uma final de um 'Grand Slam'. Ela jogou muito bem. Muitos parabéns à Naomi pela forma como jogou e por ser número 1 do mundo", reconheceu a checa e nova número 2 da hierarquia, mostrando-se "muito feliz" por ter voltado a jogar uma final, desde a vitória em Wimbledon, em 2014, após ter sido submetida a uma cirurgia de reconstrução da mão esquerda na sequência de um assalto à sua casa, em dezembro de 2016.

Já a japonesa, que embolou um prémio de 3,5 milhões de euros, não foi capaz de esconder a admiração pela adversária: "Sempre desejei jogar contigo, passaste por tanto...Parabéns a ti e à tua equipa, és realmente fantástica e sinto-me verdadeiramente honrada por ter jogado contigo uma final de um 'Grand Slam'".

Consumada a vitória, Naomi Osaka, que havia fechado 2018 com o triunfo no US Open, tornou-se ainda a primeira tenista a conquistar os dois primeiros títulos do 'Grand Slam' de forma consecutiva desde a norte-americana Jennifer Capriati, no Open da Austrália e Roland Garros, em 2001.

A última jogadora a vencer dois 'majors' seguidos havia sido a norte-americana Serena Williams, em 2015.

Com a vitória na 107.ª edição do Open da Austrália, a jovem japonesa soma agora três títulos na carreira, após os sucessos em Indian Wells e US Open na última temporada.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG