"Não há, nem nunca houve, saco azul no Sp. Braga"

Palavras do presidente dos bracarenses, António Salvador, no final do jogo com o Sporting

A reação de António Salvador surge na sequência de uma notícia publicada pelo Jornal de Notícias no sábado passado, que dava conta de que a Procuradoria-Geral da República recebeu uma denúncia sobre um alegado esquema de transações sem faturas ou com recurso a documentos falsos e que a remeteu para o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Braga, tendo dado origem a um inquérito.

"Não há, nem nunca houve, 'saco azul' neste clube. [No Sporting de Braga] Há muitos sacos vermelhos, carregados de trabalho, ambição e de esperança para o futuro. Sabemos de onde é que essas coisas vêm", disse, após a vitória diante do Sporting (1-0).

António Salvador disse ainda que "não há nada que desestabilize" o Sporting de Braga, assumindo que o clube vai continuar a "trabalhar, com ambição e humildade".

"Durmo tranquilo. Somos um clube cumpridor, que paga cerca de 10 milhões de euros ao Estado, por ano. Sabemos bem a responsabilidade social e perante o Estado que temos, além de que este clube é acompanhado permanentemente pelas Finanças", concluiu.

Exclusivos