Multa de 20 mil euros a Simeone por gesto polémico. Vai estar no banco contra a Juventus

Festejos do treinador do Atlético Madrid foram alvo da UEFA. Logo após a vitória contra a equipa de Cristiano Ronaldo, o técnico explicou que o gesto não era de direção dos adversários ou dos seus adeptos

Diego Simeone esteve em destaque na primeira mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Não só porque o Atlético Madrid venceu em casa, por 2-0, a Juventus de Cristiano Ronaldo, mas também por um gesto polémico do treinador argentino nos festejos.

Na altura, Simeone pediu desculpas logo após o encontro, explicando que o gesto não era dirigido ao clube de Turim ou aos seus adeptos. O gesto não foi destacado pelo árbitro do encontro, nem pelo o delgado da UEFA, mas um outro responsável do organismo europeu relatou o sucedido. A UEFA abriu um inquérito e acabou por aceder aos argumentos dos madrilenos. Assim, o argentino estará no banco no decisivo jogo da segunda mão, em Itália, e será multado em 20 mil euros, avança o jornal As.

No final do jogo com a Juventus, o técnico argentino explicou porque celebrou daquela forma, agarrando as partes baixas. "Significa que temos tomates. Muitos tomates, Já tinha feito este gesto uma vez quando era jogador. Colocar o Costa e o Koke depois de um mês sem terem jogado... era preciso ter tomates e coloquei-os a jogar", referiu.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG