Mick Schumacher: "É um orgulho que me comparem ao meu pai"

O jovem piloto, que faz 20 anos nesta sexta-feira, vai ser a grande atração do campeonato de Fórmula 2 que arranca no final deste mês.

Mick Schumacher faz esta sexta-feira 20 anos e é a grande atração do campeonato de Fórmula 2 que arranca no final deste mês com a realização do GP do Bahrain. O piloto, filho de Michael Schumacher, sete vezes campeão do Mundo, entrou há uns meses para a Academia da Ferrari, e muitos consideram que em breve vai conseguir chegar à Fórmula 1.

As comparações com o pai, que há cinco anos sofreu um grave acidente de esqui, e que desde então se encontra em casa sob fortes cuidados médicos, são uma constante. Num vídeo difundido pela porta-voz da família, Sabine Kehm, Mick traçou os objetivos para esta temporada e, obviamente, faliu das comparações com Michael Schumacher.

"Nunca foi um problema que me comparem ao meu pai. Compararem-te ao melhor piloto da história da fórmula 1 é tudo o que um jovem piloto pode querer. É uma honra e um orgulho porque é um objetivo que queres atingir. Resta-me aprender e continuar a trabalhar para melhorar", referiu.

Mick, que foi campeão de Fórmula 3 no ano passado, falou ainda da experiência de integrar a Academia da Ferrari que forma jovens pilotos com o objetivo de poderem chegar à Fórmula 1. "A Ferrari abriu-me as portas, o coração e recebeu-me como uma família. Aliás, fez sempre parte da minha família", referiu.

De acordo com algumas notícias, Mick Schumacher poderá testar em breve um carro fórmula 1. Não se sabe se será um Ferrari ou um Alfa Romeo, marca que regressou este ano ao Grande Circo e que é equipada por motores Ferrari.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG