Messi chegou aos 50 golos de livre... mas ainda está a quatro de Ronaldo

Avançado argentino do Barcelona continua com pontaria nos lances de bola parada. Mas ainda está atrás de Ronaldo e muito longe do recordista Zico (101).

Lionel Messi deu mais um recital de bom futebol na terça-feira à noite, na goleada caseira do Barcelona diante do Valhadolid, por 5-1, que colocou os catalães de novo na liderança do campeonato espanhol. O craque argentino marcou dois golos e um deles na transformação de um livre direto, que lhe permitiu chegar aos 50 golos na carreira marcados de livre direto. Mesmo assim ainda está a quatro de Cristiano Ronaldo.

Messi, tal como Ronaldo, é um especialista em lances de bola parada. E os números mostram isso mesmo. Dos 50 golos marcados na cobrança de livres diretos, 44 foram ao serviço do Barcelona e seis pela seleção argentina.

Para se ter bem a noção da grandeza deste número basta ter em atenção um pormenor: nos últimos cinco anos, Messi fez 20 golos de livre direto, mais do que equipas como a Juventus (15), Roma, PSG e Lyon (13) e o Bolonha (12). Já os 54 de Cristiano Ronaldo foram distribuídos da seguinte forma: 13 pelo Manchester United, 32 pelo Real Madrid e nove pela seleção portuguesa.

Lionel Messi, mesmo assim, está ainda muito longe dos recordistas de golos em cobranças de livres diretos. De acordo com o jornal espanhol El País, este ranking continua a ser liderado pelo brasileiro Zico, autor de 101. Seguem-se Juninho (76), Ronaldinho Gaúcho (66), David Beckham (65), Maradona (62), Cristiano Ronaldo (54) e Mihajlovic (50).

Exclusivos

Premium

Gastronomia

Quem vai ganhar em Portugal as próximas estrelas Michelin

É já no próximo dia 20, em Sevilha, que vamos conhecer a composição ibérica das estrelas Michelin para 2020. Estamos em festa, claro, e festejaremos depois com os nossos bravos, mesmo sabendo que serão poucos para o grande nível a que já chegámos. Fernando Melo* escreve sobre os restaurantes que podem ganhar estrelas Michelin em 2020 em Portugal.