Marcel Keizer: "Queremos jogar de novo e dar o nosso melhor"

Treinador do Sporting admitiu que a recente derrota com o Benfica deixou a equipa "desapontada", mas que está "confiante" para um novo embate com o rival, agora na Taça de Portugal

Marcel Keizer, treinador do Sporting, afirmou esta terça-feira que a equipa está "desapontada" com a derrota sofrida em casa com o Benfica, por 4-2, mas que irá dar o seu "melhor" amanhã, novamente frente aos encarnados, na 1.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal.

O técnico holandês admitiu que o resultado frente às águias foi "pesado", dizendo várias vezes que a equipa está "desapontada" mas que "tem de recuperar", apesar dos poucos dias entre os dois encontros. "No Sporting temos de ganhar quase todos os jogos e amanhã não é diferente", acrescentou.

Sobre a conversa do presidente Frederico Varandas com o plantel, Keizer referiu que "não foi sobre futebol, mas sobre o clube e as suas ideias para o projeto". Referiu ainda que os plantel viu em vídeo e numa reunião, "como é normal", o que fez de "bom e mau" na derrota com o Benfica. "Temos de continuar, o projeto tem degraus para cima, mas às vezes também para baixo. Foi uma grande deceção, mas temos de continuar", frisou.

"Não podemos voltar para trás, o 'se' não é possível, e é difícil fazer mudanças em poucas dias, mas faremos alguns ajustes, claro. Temos de mostrar o que valemos no próximo jogo", respondeu Keizer, quando questionado sobre o que mudaria se pudesse voltar ao último dérbi.

"Tivemos uma grande derrota, mas também ganhámos a Taça da Liga, portanto não é como se não conseguíssemos jogar futebol. Temos de ser positivo. Num projeto como este não podemos mudar uma equipa em 2 ou 3 meses. Temos de ficar cada vez melhores e é o que estamos a fazer. Os jogadores querem ser melhores e jogar", acrescentou.

Sem querer concretizar as alterações para mais um dérbi, Marcel Keizer afirmou que o jogo com o Benfica é "importante" para o plantel, que vai dar "o seu melhor". "Queremos jogar de novo amanhã e dar o nosso melhor", referiu ainda.

"Sabemos que os adeptos querem que joguemos melhor. Não estão contentes, mas nós também não. Vamos jogar com confiança para um bom resultado. É uma taça e estou confiante, até porque ganhámos a última", disse o treinador holandês, frisando ainda que a recente derrota, "num grande jogo, "dói muito".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG